Os 5 NÃOs da alimentação na gravidez

Durante a gravidez, as necessidades nutricionais e alimentares alteram-se e são específicas. Este artigo vai ajudá-la a identificar algumas situações sobre as quais deve ter atenção durante este período.

A almofada Buddy é a melhor amiga da grávida!

O comprometimento do estado nutricional da mulher na gravidez pode resultar em complicações para a mãe, para o bebé. De forma a diminuir essa possibilidade, aproveite para tirar notas sobre o tema:

1 – NÃO faça dietas restritivas

Se estava num processo de perda de peso, lembre-se que durante a gravidez o seu objetivo é outro: cuidar de si e do bebé que está em crescimento e por isso uma alimentação saudável é uma alimentação sem restrições! Inclua diariamente alimentos de todos os grupos da Roda dos alimentos, incluindo do grupo dos cereais e derivados e também o grupo das leguminosas.

2 – NÃO misture alimentos crus com alimentos cozinhados

Utilize utensílios de cozinha diferentes para os alimentos crus e cozinhados. Pois, alguns alimentos, como a carne ou o peixe, podem conter microrganismos perigosos que podem ser transferidos para outros alimentos durante a sua preparação ou armazenagem, caso não tenha o cuidado de os separar.

3- NÃO consuma leites não pasteurizados

Não consuma leites não pasteurizados, nem queijos de pasta mole ou mal curados (ex: brie, camembert, roquefort, chèvre), devido ao risco bacteriano aumentado. Opte sempre pelas opções pasteurizadas que tenham na sua embalagem referência na lista de ingredientes palavras como “pasteurizado”, “ultrapasteurizado” ou “UHT”.

4 – NÃO consuma carne ou peixe crus ou mal cozinhados

O ideal é ingerir este tipo de alimentos bem confecionado. Todas as carnes ou os peixes mal cozinhados têm risco aumentado da presença de bactérias. Evite a ingestão de tubarão (cação), tintureira, peixe-espada, cavala e peixe-batata devido ao seu teor de metil-mercúrio, bem como ceviche, sushi e sashimi. Opte por sardinha, bacalhau, arenque e pescada. As conservas de pescado são também uma opção segura. Relativamente à carne, além da carne crua ou mal cozinhada, evite as carnes frias curadas ou fumadas, como o chouriço, salame, paio, entre outros do mesmo género.

5 – NÃO consuma sobremesas que contenham ovos em cru

Não consuma sobremesas com ovos crus, como incluem algumas receitas de mousse, tiramisu e gelados, massa crua de bolos e de outros produtos similares; nem maionese e molhos caseiros preparados com ovo cru. Não consuma ovos crus ou mal cozinhados, cozinhe totalmente os ovos e em receitas que incluam ovos crus, opte por ovos pasteurizados.

Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.